Exposição Sua Gente, Sua Memória reúne objetos que contam história da cidade



Até o dia 30 de março do próximo ano os paranavaienses poderão fazer um programa diferente. Visitar objetos e conferir fotos que fazem parte da história de Paranavaí.

A Abertura da exposição Sua Gente, Sua Memória ocorreu na segunda-feira (10) na Casa da Cultura Carlos Drummond de Andrade e faz parte das comemorações alusivas aos 55 anos da cidade.

Os objetos foram doados ou emprestados à equipe do Projeto Memória e História, uma parceria entre a Fundação Cultural e a Fafipa (Faculdade de Educação, Ciências e Letras de Paranavaí). Todas as peças vão compor o Museu Histórico, Antropológico e Etnográfico de Paranavaí. Há estudos para a construção de um espaço próprio para o museu. Mas enquanto isso, os moradores poderão obter mais informações sobre a cidade na Casa da Cultura, sede provisória do museu.

Desde abril até novembro deste ano, foram catalogados mais de dois mil objetos que podem ser visualizados em duas salas e no corredor da Casa da Cultura. Por lá, é possível conferir moinhos e torradores de café, talheres originários da França, de 1920, instrumentos de barbearia antigos, imagens da cidade das décadas de 50 e 60. Um dos objetos que chama atenção é um carrinho de pipoca que pertencia a Albino Picoloto, que vendia pipoca nos cines Ouro Branco e Paranavaí.

Rosi Sanga, uma das coordenadoras do projeto, contou que em 2008 a exposição também será aberta para escolas, com palestras e atividades realizadas junto com pioneiros. Rosi disse que a exposição procurou reunir objetos e lembranças que façam o público refletir. “Os objetos foram dispostos dentro de um contexto, contando uma história”, salientou. “Há uma sala com objetos do cotidiano dos pioneiros e também objetos que foram usados na derrubada da mata, que cedeu lugar às lavouras de café”, acrescentou.

Para recolher o máximo de informações, além de objetos da época da colonização do município, as coordenadoras do História e Memória visitaram os pioneiros ouvindo as histórias de quem contribuiu para a construção de Paranavaí. Além dos pioneiros, muitos moradores decidiram participar doando ou emprestando objetos. Uma dessas colaboradoras é Sônia Copato que doou fotos e moedas à exposição. “Acho importante Paranavaí ter um local para os estudantes pesquisarem e aprenderem mais sobre a história da nossa cidade.”

O prefeito Mauricio Yamakawa participou da abertura da exposição e salientou a importância do resgate histórico. Para o prefeito, Sua Gente, Sua Memória representa a instituição gradativa de um museu na cidade. “Cultivar nossa história é importante para construir um futuro melhor. Paranavaí é considerada cidade-pólo da região e está armazenado e mostrando a sua história”, disse.

Diretor-Presidente da Fundação Cultural, Valdir Cipriano ressaltou a importância da parceria entre a Fundação Cultural e a Fafipa para a abertura da exposição. Cipriano salientou a importância de um trabalho efetivo para a construção de uma sede própria para o museu.

A Casa da Cultura fica na rua Miljutin Cojeg. A exposição poderá ser visitada de segunda a sexta-feira das 9h às 21h até o dia 30 de março de 2008. Se houver agendamentos para o fim de semana, a equipe da Casa da Cultura também vai receber o público. Mais informações pelo telefone (44)3422-5018.

Fonte: Departamento de Imprensa - Prefeitura do Município de Paranavaí






Design by Gustavo Picoloto