Contagem regressiva do desligamento do sinal analógico em 128 cidades do Paraná



No dia 28 de novembro de 2018 a transmissão de TV em Cascavel, Foz do Iguaçu, Maringá, Paranavaí, Londrina e em mais 123 cidades do Paraná entra em uma nova era: na data, o sinal analógico será desligado, e a população passará a receber somente a opção digital. Segundo a Pesquisa Brasileira de Mídia de 2016, 89% dos brasileiros utilizam a televisão para se informar; esse também é um dos principais meios de entretenimento da população, por isso, se preparar para receber o sinal digital é tão importante.

Campanhas da RPC ampliam a abordagem ao público
Durante o período de transição, os telespectadores que assistem aos canais de TV aberta no sinal analógico passarão a ver durante a programação a letra “A” no canto direito superior da tela. Este símbolo indica que o sinal da TV é analógico, e serve como lembrete para que o público mude para o digital.

Além dessa sinalização obrigatória, a RPC intensificou suas campanhas sobre o tema. Essa semana iniciou a veiculação de uma chamada com a cantora Rafa Gomes, paranaense que foi uma das finalistas do The Voice Kids 2016. Apresentadores e repórteres da casa também estão no ar com um jingle sobre o sinal digital, com os contatos da equipe de atendimento para aqueles que têm dúvidas.

Cidades que desligam em 28 de novembro de 2018
Alto Paraíso, Alto Piquirí, Amaporã, Ângulo, Apucarana, Arapongas, Araruna, Assaí, Assis Chateaubriand, Astorga, Atalaia, Bela Vista do Paraíso, Bom Sucesso, Braganey, Brasilândia do Sul, Cafezal do Sul, Califórnia, Cambé, Cambira, Campo Mourão, Cascavel, Cianorte, Corbélia, Cornélio Procópio, Corumbatai do Sul, Cruzeiro do Oeste, Cruzeiro do Sul, Diamante D'oeste, Douradina, Doutor Camargo, Engenheiro Beltrão, Entre Rios D'oeste, Fênix, Floraí, Floresta, Florestópolis, Flórida, Foz do Iguaçu, Francisco Alves, Guairaçá, Guaporema, Ibema, Ibiporã, Iguaraçu, Indianópolis, Iporã, Iracema do Oeste, Itaipulândia, Itambé, Ivaté, Ivatuba, Jandaia do Sul, Japurá, Jataizinho, Jesuítas, Jussara, Leópolis, Londrina, Luiziana, Mandaguaçu, Mandaguari, Maria Helena, Marialva, Marilândia do Sul, Mariluz, Maringá, Maripá, Marumbi, Matelândia, Mauá da Serra, Medianeira, Mercedes, Mirador, Missal, Moreira Sales, Munhos de Mello, Nova Aliança do Ivaí, Nova América da Colina, Nova Aurora, Nova Esperança, Nova Olimpia, Nova Santa Bárbara, Nova Santa Rosa, Novo Itacolomi, Ourizona, Ouro Verde do Oeste, Paiçandu, Paranavaí, Pato Bragado, Peabiru, Perobal, Pérola, Pitangueiras, Planaltina do Paraná, Prado Ferreira, Presidente Castelo Branco, Quatro Pontes, Ramilândia, Rancho Alegre, Rolândia, Rondon, Sabaudia, Santa Cecília do Pavão, Santa Teresa D'oeste, Santa Terezinha do Itaipu, São Jerônimo da Serra, São Jorge do Ivai, São José das Palmeiras, São Manoel do Paraná, São Miguel do Iguaçu, São Pedro do Iguaçu, São Sebastião da Amoreira, São Tomé, Sarandi, Serranópolis do Iguaçu, Sertaneja, Sertanópolis, Tamboara, Tapejara, Terra Rica, Toledo, Tuneiras do Oeste, Tupãssi, Umuarama, Uniflor, Uraí, Vera Cruz D'oeste, Xambrê.

Seja Digital
O processo de desligamento é conduzido pela Seja Digital, entidade responsável por operacionalizar a migração do sinal de TV aberta do analógico para o digital no Brasil. Criada por determinação da Anatel, a entidade tem como missão informar à população o que precisa ser feito para ter acesso à TV digital, oferecendo suporte didático, desenvolvendo campanhas de comunicação e mobilização social. “Nosso principal compromisso com a digitalização da TV no Brasil é preparar a população para que não fique sem acesso ao sinal dos canais de TV aberta”, explica Antonio Carlos Martelletto, diretor geral da Seja Digital.

A Seja Digital também promoverá a distribuição de kits gratuitos contendo antena, conversor, cabos e controle remoto para beneficiários de programas sociais. Para saber se tem direito ao kit, e agendar o recebimento, a população deve buscar pelo número do CPF no site www.sejadigital.com.br ou pelo telefone 147.

Benefícios da mudança
O desligamento do sinal analógico irá liberar a faixa de 700Mhz para que a oferta de internet 4G possa ser expandida. O 4G é uma das tecnologias mais avançadas do mundo, que permite a celulares, smartphones, laptops e tablets acessarem sinal de voz e dados a velocidades muito mais rápidas, até mesmo em ambientes fechados.

TV aberta com mais qualidade de imagem e som
Além de ser gratuita, a TV digital oferece uma série de melhorias em relação ao sinal analógico. A transmissão possui qualidade superior tanto de imagem quanto de som, inclusive com a possibilidade de ver filmes com o áudio original, e a opção de audiodescrição para deficientes visuais.

Capital e campos gerais estão na reta final
O desligamento do sinal analógico no Paraná começa oficialmente já em janeiro de 2018. No dia 31, Curitiba, Ponta Grossa e mais 25 cidades passarão a receber apenas o sinal digital. No último ano, a RPC intensificou a comunicação para essas cidades, com matérias nos telejornais, chamadas na programação e participação em eventos para preparar a população.

Com informações da RPC






Design by Gustavo Picoloto