Cohapar supera metas e obtêm arrecadação histórica em julho



A Companhia de Habitação do Paraná bateu, mais uma vez, o recorde de arrecadação no mês de julho. O balanço daquele mês indica uma arrecadação de 117,7%, que significa que a Cohapar arrecadou R$ 600 mil a mais que a meta estipulada para o mês. Dos 12 escritórios da Cohapar no Estado, 11 ultrapassaram a meta de arrecadação, dentre eles, o escritório de Paranavaí.

“A campanha de arrecadação é o cumprimento do dever dos bons funcionários da Cohapar, que compreendem a sua missão e compreendem também que a Companhia precisa permanecer, não só neste governo mas em todos os outros, como instrumento para que os pobres tenham acesso à casa própria”, afirmou o presidente da Cohapar, Rafael Greca.

A campanha “Menos inadimplência, Cohapar melhor” foi lançada no mês de maio e tem por objetivo diminuir o número de mutuários inadimplentes com o financiamento da casa própria e assim possibilitar os investimentos em novos empreendimentos. “Ultrapassamos 12,82% a mais do que os carnês emitidos, isso significa cerca de R$ 600 mil a mais do que esperávamos. Nunca em toda a história da Cohapar isso tinha acontecido”, explicou Greca.

O destaque de julho foi o escritório regional de Maringá, que já no dia 17 de julho havia batido os 100% da arrecadação e chegou ao fim do mês com 147,43%. Para o gerente do escritório de Maringá, Douglas Carneiro de Oliveira, os números positivos são resultado da integração e do envolvimento da equipe na campanha de arrecadação. “Todos os funcionários do escritório estão envolvidos no trabalho, isso facilita e melhora a arrecadação. A isto se soma a vontade da diretoria com a vontade de todos os que trabalham aqui. Gerente, engenheiros, estagiários, todos estão por dentro do assunto e estão colaborando com a Cohapar”, afirmou Oliveira.

Em um mês de arrecadação recorde, os escritórios da Cohapar que se destacaram foram os de Maringá (147,43%); Francisco Beltrão (127,49%); Campo Mourão (124,27%); Cascavel (120,95%); Paranavaí (119,15%); Umuarama (118,86%); Apucarana (113,14%); Londrina (113,04%); União da Vitória (111,21%); Cornélio Procópio (108,99%) e Ponta Grossa (105,42%).

A campanha de arrecadação também faz parte do programa para a ordenação técnica, contábil e financeira da Companhia. “O objetivo é promover a auto-sustentabilidade da Cohapar e permanência como estrutura capaz de promover uma política pública de desenvolvimento humano e investimento social. Com isso teremos ainda mais força para atuar em defesa dos que mais precisam, conforme a política do governador Requião”, disse Greca.

Fonte: Agência Estadual de Notícias






Design by Gustavo Picoloto