Aeroporto de Paranavaí recebe primeiro vôo comercial



O primeiro voo de Curitiba para Paranavaí decolou às 13h10 desta quarta-feira (23/10) e pousou no município 1h45 depois, recolocando a cidade da região Noroeste no mapa da aviação regional. Os voos entre as duas cidades serão sempre no período da tarde, às 13h10, às segundas, quartas e sextas. O trajeto contrário será nos mesmos dias, às 15h15.

Aeroporto de Paranavaí recebe primeiro voo comercial
Aeroporto de Paranavaí recebe primeiro voo comercial

O Voe Paraná reconectou 12 cidades do Interior a Curitiba. É o maior programa de aviação regional da Gol no País. Serão 67 voos semanais neste primeiro momento, com possibilidade de aumentar o fluxo em função da demanda e do ingresso de Apucarana e Guarapuava na lista.

Paranavaí tem 88 mil habitantes, mas a região possui pouco mais de 275 mil cidadãos. O município é o maior polo produtor de mandioca do Brasil, responsável por 45% da produção de fécula para fins industriais.

Segundo o prefeito Carlos Henrique Rossato Gomes, o programa Voe Paraná vai trazer benefícios econômicos para a cadeia da mandioca e para o agronegócio e a indústria, possibilitando a criação de mais empregos. “Paranavaí ganha mais uma fonte de desenvolvimento econômico. O aeroporto era explorado apenas por voos executivos, mas agora haverá a possibilidade de toda a população voar com saída e chegada em Paranavaí”, destacou.

O deputado estadual Tião Medeiros foi o primeiro passageiro a fazer a viagem. A aeronave decolou no início da tarde, em Curitiba, e pousou por volta das 15h em Paranavaí. Para o parlamentar este é mais um avanço para os municípios da região e para a população que, antes, precisava parar em Maringá.

“É um marco na história de Paranavaí e da região Noroeste. Uma hora menos de viagem para quem precisava ir até Maringá, como eu sempre fiz. Agora, todos podem usar este benefício. É mais facilidade para todos, mais mobilidade. É uma grande vantagem para todos”, avalia Tião Medeiros.

Para operar a pleno vapor, o aeroporto Edu Chaves passou por isolamento da área de embarque, pintura, roçada e plantio de árvores na área externa.

Desenvolvimento Regional – Para o gerente-executivo da Associação Comercial e Empresarial de Paranavaí, Kaká Scarabelli, o Voe Paraná é um encurtador de caminho para as grandes negociações de empresários e investidores, diminuindo o tempo de oficialização dos projetos.

“O Voe Paraná é uma página importante da história da economia da nossa cidade. Coloca Paranavaí na rota de grandes cidades desenvolvidas do Brasil. São poucas as que têm o privilégio e disponibilidade de possibilitar esse transporte rápido e avançado”, afirmou.

Para o empresário Maurício Gehler, do ramo alimentício, o programa pode melhorar mais os negócios no Interior. “O setor industrial vai ter um ciclo de expansão com o Voe Paraná. É uma visão estratégica abrir o espaço aéreo para que as pessoas do Interior possam alcançar a Capital e realizar mais e melhores negócios, principalmente com um mercado totalmente globalizado”, acrescentou.

Turismo – O Voe Paraná também vai impulsionar o turismo local. O destaque na cidade é o tradicional Festival de Música e Poesia de Paranavaí (Femup), reconhecido nacionalmente no circuito cultural. Iniciado em 1966 como uma simples apresentação escolar de poesia e música, ganhou forma e fama para atrair artistas de várias partes do País.

Paraná tem a maior malha aérea regional da Gol do País
O programa Voe Paraná foi estruturado para incentivar a aviação regional no Estado. A Gol e a empresa de táxi-aéreo TwoFlex oferecem ligação aérea partindo e chegando a doze municípios que têm entre 32 mil e 155 mil habitantes. Foram contemplados Paranaguá, Arapongas, Campo Mourão, Francisco Beltrão, Paranavaí, Cianorte, Telêmaco Borba, Cornélio Procópio, União da Vitória, Apucarana, Guarapuava e Guaíra.

O programa opera com aeronaves Cessna Grand Caravan, com até 12 lugares (nove passageiros e três tripulantes). Nesta semana começaram a funcionar 67 voos semanais para dez cidades, mas até dezembro Apucarana e Guarapuava também ganharão voos semanais.

A Gol oferta 14 mil assentos por dia no Estado, 4º maior do País, atrás apenas de São Paulo, Rio de Janeiro e Distrito Federal. Entre as cidades de maiores destinos estão Rio de Janeiro, São Paulo, Brasília, Porto Alegre, Foz do Iguaçu, Maringá e Cascavel. A companhia ainda conta com voos regulares para Londrina.

Fonte: Agência Estadual de Notícias






Design by Gustavo Picoloto