Município esclarece dúvidas sobre seguro desemprego

Rhema Educacao


Em tempos de crise e dificuldade, muitas pessoas recorrem ao seguro-desemprego como uma forma de amparo. Um dos mais importantes direitos, o seguro é um importante auxílio que deve ser exigido pelo trabalhador. Em Paranavaí, devido a grande demanda, a Agência do Trabalhador tem feito diversos atendimentos à população para agilizar o recebimento do seguro.

Em dezembro, a agência realizou um mutirão de seguro-desemprego, zerando a fila de solicitações que passavam de 300 pessoas. “A demanda é muito grande, pois além do nosso município, também cadastramos os requerimentos dos trabalhadores de cidades vizinhas como Amaporã, Alto Paraná, São João do Caiuá, Santo Antônio do Caiuá, Tamboara, Planaltina do Paraná, Guairaçá, e entre outras da nossa região. Estamos no início do ano e a demanda já ultrapassa a casa de trezentas pessoas para dar entrada nesse benefício. Então quem fizer um agendamento hoje, só conseguirá data disponível para fevereiro. Já estamos entrando em contato com as pessoas já agendadas para adiantar a data de entrada, para a realização de um novo mutirão no mês de fevereiro, informa o secretário de Desenvolvimento Econômico, Carlos Emanuel Rodrigues.

“É importante frisarmos que, a partir do momento que é incluído o requerimento de seguro-desemprego do trabalhador no sistema, ele está automaticamente inscrito nas ações de intermediação de emprego do programa do seguro-desemprego. Portanto, o trabalhador deve ficar atento, pois poderá ser chamado pelo nosso setor de convocação a comparecer na Agência do Trabalhador para participar de entrevistas, e o não comparecimento implicará na suspensão do benefício”, explica Elen Della Pria, gerente da Agência do Trabalhador.

Além do serviço do seguro-desemprego, a Agência do Trabalhador disponibiliza o serviço de intermediação de mão-de-obra, atendendo profissionais em busca de oportunidades no mercado de trabalho. Na agência é feito o cadastro do trabalhador, a análise do perfil profissional e o encaminhamento para as empresas, visando à permanência e à progressão do trabalhador no emprego. Empresas que precisam contratar profissionais com o perfil certo para as diferentes áreas de trabalho também podem contar com essa intermediação.

“Nossa verdadeira missão é proporcionar a inclusão social no mundo do trabalho, através dos nossos programas de intermediação da mão-de-obra, encaminhamento a cursos de capacitação e qualificação, atendimento prioritário a pessoas com deficiência, programa jovem aprendiz e por fim, a habilitação do desempregado ao seguro-desemprego”, relata Elen.

A meta mínima da Agência do Trabalhador de Paranavaí em 2017 era de 3.643, e foram atendidos 4.334 requerentes, obtendo uma taxa de 118,97% de cobertura. Em 2018, foram atendidos 3645 requerentes, atingindo uma taxa de 100% de cobertura. Passo a passo do Emprega Brasil - Para encaminhar o seguro-desemprego o trabalhador precisa agendar o comparecimento em um posto de atendimento do Sine, retornar na data agendada com a documentação em mãos para ativar o requerimento do benefício. O atendimento presencial leva aproximadamente 15 minutos.

Antes, apenas depois de comparecer ao Sine é que começava a contar o prazo de 30 dias para recebimento do benefício. Porém, com essa nova plataforma, assim que receber a documentação para encaminhar o seguro-desemprego, o trabalhador poderá fazer o pedido imediatamente pela internet, por onde ele já irá preencher o formulário que hoje é respondido no Sine. O prazo de 30 dias para receber o benefício começará a contar a partir deste momento. O trabalhador ainda precisará comparecer a uma agência do Sine pessoalmente (procedimento necessário para evitar fraudes). Mas o atendimento deve ser mais rápido já que a parte mais demorada dos atendimentos presenciais é o preenchimento cadastral que já terá sido feito pelo computador.

Como funciona - O encaminhamento do Seguro-Desemprego será feito pelo site Emprega Brasil, no endereço: https://empregabrasil.mte.gov.br/. Para ter acesso aos serviços do Emprega Brasil, a primeira coisa que o trabalhador precisa fazer é se cadastrar no site. Ao clicar em “Cadastrar”, abrirá a tela do cidadão.br, a ferramenta de autenticação do trabalhador no site.

Será necessário informar dados pessoais (CPF, nome, data de nascimento, nome da mãe, estado de nascimento (se for nascido no exterior, a opção será “Não sou brasileiro”). Essas informações serão validadas no Cadastro Nacional de Informações Sociais (Cnis). Caso estejam corretas, o trabalhador será direcionado a responder um questionário com cinco perguntas sobre seu histórico laboral. Por isso, é importante ter em mãos a Carteira de Trabalho física. É preciso acertar pelo menos quatro das cinco perguntas. Em seguida, o trabalhador receberá uma senha provisória que deverá ser trocada no primeiro acesso. Caso o usuário não consiga acertar as respostas, terá de aguardar 24 horas para uma nova tentativa ou entrar em contato com a central 135 do INSS para auxílio. Ao finalizar o cadastro, o trabalhador terá acesso aos serviços do Emprega Brasil. Uma das opções será “Solicitar Seguro-Desemprego”. Será necessário preencher um cadastro com informações pessoais e profissionais, o mesmo que era preenchido anteriormente nos postos do Sine.

O cadastro está dividido em oito páginas com informações pessoais, profissionais, acadêmicas, vagas de emprego e cursos de qualificação disponíveis. Ao finalizar o preenchimento de cada página, o próprio programa direciona o trabalhador automaticamente para a página seguinte. Uma das páginas permite ao trabalhador colocar informações sobre sua qualificação acadêmica e profissional, dados importantes para que o programa busque vagas de emprego disponíveis na área do trabalhador. As vagas de emprego são relacionadas automaticamente pelo programa. O agendamento para as vagas de emprego é muito simples e intuitivo. O trabalhador tem ainda a opção de se inscrever em cursos de qualificação. Ao final, basta confirmar o interesse em solicitar o benefício do Seguro-Desemprego.

Aí, é só agendar o atendimento presencial para confirmar o cadastro e aguardar a liberação das parcelas, o que deve ocorrer 30 dias após o preenchimento do documento pela internet. Se a data para o atendimento presencial ultrapassar o prazo de 30 dias, a emissão da parcela ocorrerá na semana seguinte ao atendimento. O passo a passo explicativo de como solicitar o benefício Seguro-Desemprego pela internet está disponível em https://empregabrasil.mte.gov.br/passo-a-passo/passo-a-passo-1.html

Fonte: Secretaria de Comunicação Social - Prefeitura do Município de Paranavaí






Design by Gustavo Picoloto