Prefeitura inaugura dois projetos na área de assistência social



Nesta quinta-feira, dia 20, a Prefeitura de Paranavaí inaugura dois importantes projetos na área de assistência social.

Tratam-se da implementação do primeiro Cras (Centro de Referência da Assistência social) da cidade e o Projeto Replantando a Vida, este último em parceria com a Unipar (Universidade Paranaense). Os dois projetos serão desenvolvidos na Vila Operária. As inaugurações ocorrem a partir das 9h.

Como Paranavaí é considerada uma cidade de médio porte, o Suas (Sistema Único de Assistência Social) prevê a existência de dois Cras para a cidade. A previsão é que até o fim deste ano a Prefeitura inaugure mais uma unidade do Centro de Referência, que deve ser implantado no Jardim Maringá 3. O Suas ainda prevê que o número de unidades aumente para sete até o ano de 2015, sendo quatro na área urbana e três na área rural.

De acordo com Leonar Cardoso, diretora de gestão do Suas da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social, os locais para a implementação do Cras são escolhidos a partir do maior índice de população usuária dos sistemas e serviços de assistência social. O Cras vai contar com uma equipe técnica multidisciplinar formada por assistente social, psicóloga, entre outros profissionais. Leonar comenta que o objetivo do Cras é prestar atendimento de forma mais próxima da população, tendo como foco a família. “Os atendimentos serão realizados em grupo. A proposta é de inclusão. Os profissionais vão identificar as características das famílias atendidas para desenvolver projetos de qualificação profissional”, explica. O Cras também é responsável em potencializar a rede de assistência social do local em que está instalado, ou seja, os atendimentos são encaminhados para escolas e unidades de saúde do bairro, ligando assim todos os parceiros na inclusão das famílias. Cada Cras será responsável pelo atendimento de 5 mil famílias de bairros próximos.

Já o Programa Replantando a Vida vai atender adolescentes em medidas sócio-educativas: liberdade assistida e prestação de serviços a comunidade. Esses adolescentes irão participar da produção de plantas medicinais num pavilhão na Vila Operária. Três cursos da Unipar são parceiros do programa: Ciências Biológicas, Farmácia e Curso Superior de Tecnologia em Estética e Cosmetologia. Cada um deles será responsável por uma etapa do processo de produção e manipulação das plantas medicinais.

Os adolescentes receberão toda a assistência técnica, desde o plantio e cultivo passando pela secagem e armazenagem das plantas medicinais até mesmo a produção final. Um projeto-piloto pretende disponibilizar os chás das plantas medicinais para a equipe do PSF (Programa Saúde da Família), da Vila Operária.

Leonar Cardoso, da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social, relata que uma equipe técnica irá trabalhar na manutenção dos vínculos familiares, freqüência escolar, inserção comunitária, no mercado de trabalho e cursos profissionalizantes.

Fonte: Departamento de Imprensa - Prefeitura do Município de Paranavaí
http://www.paranavai.pr.gov.br/modules/news/article.php?storyid=1723






Design by Gustavo Picoloto