Secretário avalia: “Vamos viver uma fase de muito desenvolvimento em Paranavaí”

Rhema Educacao


A Secretaria de Desenvolvimento Econômico vê com extremo otimismo o crescimento de Paranavaí. Seja pelos resultados de 2018 ou pelas expectativas para 2019, a cidade tem no horizonte um futuro promissor.

“Vamos viver uma fase de muito desenvolvimento em Paranavaí. Será um ciclo de crescimento, geração de empregos e vinda de grandes empresas, o que vai impulsionar a nossa economia”, garante o secretário Carlos Emanuel. Em 2018, Paranavaí ficou no 25º lugar em no ranking de geração de empregos no Paraná. Os dados do Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados), que são de janeiro a novembro, apontam que o município teve 8.318 admissões e 7.848 demissões, resultando num saldo positivo de 468 empregos gerados durante o ano.

E a geração de empregos não vai parar por aí. Ainda no início deste ano, está prevista a inauguração da Havan, loja que vai gerar 150 vagas de emprego. Outro grande empreendimento comercial, que já está garantido, vai se instalar na Avenida Heitor de Alencar Furtado (próximo à delegacia) e deve gerar mais de 100 empregos. “Somente com essas duas empresas já são pelo menos 250 novos empregos. A expectativa é alta, teremos um ano muito positivo e cheio de novidades”, disse o secretário de Desenvolvimento Econômico.

A secretaria também tomou uma importante medida quanto à geração de empregos na cidade: a retomada dos terrenos ociosos do Distrito Industrial de Paranavaí (DIP). “Fizemos um trabalho de identificação dos imóveis ociosos e percebemos que algumas empresas não estavam cumprindo com o contrato de geração de empregos, pois haviam recebido o imóvel e nem haviam iniciado as obras de construção no local. Com isso, foram retomados de forma amigável (sem a necessidade de ação judicial, o que encurta os procedimentos em no mínimo dois anos), oito imóveis em 2018, sendo que seis já foram licitados. Somente nesses terrenos, serão mais 70 postos de trabalho”, ressalta Carlos.

Natal Luz – Em 2018 a administração preparou um natal diferente, levando toda estrutura e programação para a Praça dos Pioneiros. Shows, apresentações e eventos do natal foram realizados na praça, movimentando todo o local e permitindo que a população pudesse passear tranquilamente com seus familiares.

“Fizemos uma iluminação diferenciada dos anos anteriores, aumentamos a vila natalina e, neste ano, ainda tivemos uma nova atração que foi o letreiro “Eu amo Paranavaí”. Podemos dizer que foi uma grande festa, movimentou a cidade e trouxe boas perspectivas para os próximos anos. Com certeza vamos melhorar a cada edição e, devido o sucesso, manter no mesmo formato dentro da praça”, disse Carlos.

Usina de energia fotovoltaica – Depois de um estudo mostrar que Paranavaí é uma das cidades com maior incidência solar do estado, o Tribunal Regional Eleitoral do Paraná (TRE-PR) decidiu construir uma usina de energia solar em Paranavaí. Essa usina vai gerar três mil quilowatts por mês, energia suficiente para abastecer os 154 fóruns eleitorais do estado e a sede do TRE-PR.

“Essa usina terá vida útil de no mínimo 25 anos e a obra deve custar de R$ 8 a 10 milhões. Tudo isso vai gerar renda para a cidade através de ICMS (aproximadamente R$ 2 milhões por ano), além de diversas vagas de emprego durante e após a construção da usina”, frisou Carlos. A prefeitura doou o terreno de aproximadamente 28 mil metros quadrados, nos fundos do Jardim São Jorge (próximo à subestação da Copel) para o Tribunal. A obra já está em fase final e deve ser inaugurada até o meio deste ano.

E essa pode ser apenas a primeira usina da cidade. O Tribunal de Justiça do Paraná (TJPR) manifestou a intenção de também seguir o mesmo caminho do TRE e construir uma usina de energia solar em Paranavaí. “Tivemos uma reunião em Curitiba com os responsáveis e podemos dizer que há essa pretensão do Tribunal. Estamos à procura de um local viável para que as negociações possam prosseguir, mas estamos confiantes de que Paranavaí se torne no futuro a cidade polo de energia solar”, enfatiza.

Sala do Empreendedor – Com o objetivo de incentivar a legalização de negócios informais, facilitar a abertura de novas empresas e regularizar as atividades informais e oferecer serviços aos Microempreendedores Individuais (MEI), a Sala do Empreendedor teve um ano cheio com 6.986 atendimentos. “Esse trabalho nos rendeu 344 novas formalizações de MEIs. Também foram realizadas mais de 1.500 declarações de rendimentos, sendo que os valores movimentados pelos MEI’s foram de pouco mais de R$ 30 milhões. Durante todo o ano, a Sala do Empreendedor ofereceu 14.513 soluções (tipos de atendimento) aos microempreendedores, portanto, foi um ano de muito trabalho e ótimos resultados”, afirma Carlos.

Outra conquista foi Paranavaí ser reconhecida por um importante prêmio do Sebrae-PR. Pelo segundo ano consecutivo, o município recebeu a premiação de Agente de Desenvolvimento Destaque Regional 2018.

A função dos Agentes de Desenvolvimento é articular as ações públicas para promover o desenvolvimento local e territorial. A atuação dos Agentes de Desenvolvimento contribui diretamente na competitividade dos pequenos negócios, principalmente em temas de microcrédito, compras governamentais e desburocratização.

Para a Agente de Desenvolvimento de Paranavaí, Andréa Alves Vieira, “essa conquista é uma motivação para continuarmos fazendo a diferença. Representar Paranavaí é um privilégio. A Região Noroeste tem inúmeras potencialidades e temos que nos apropriar disso para fortalecer aquilo que já nos pertence. Foi a atuação do poder público e de um Comitê Gestor Municipal atuante e participativo, que nos possibilitou esta conquista”, destacou.

Oficinas – As oficinas oferecidas em parceria com o Sebrae ensinam os principais pontos para a gestão de um negócio eficiente e lucrativo para o Microempreendedor Individual. É um programa composto de soluções que tratam de temas básicos para gestão e fortalecimento dos negócios dos novos empreendedores brasileiros.

Os cursos realizados pela Sala do Empreendedor foram: Oficina de Compras Públicas, Oficina de Orientação e Acesso ao Crédito, Oficina SEI Vender, e Oficina SEI Empreender. A participação nas oficinas foi totalmente gratuita, sendo necessário apenas a inscrição antecipada, já que as vagas sempre são limitadas.

Centro de Eventos – Durante o ano de 2018, foram realizados um total de 81 eventos no Centro de Eventos (recorde anual desde sua criação) compreendidos entre eventos realizados pelo município e eventos particulares, totalizando uma arrecadação superior aos R$ 28 mil, valor que é investido na manutenção do equipamento público.

Fonte: Secretaria de Comunicação Social - Prefeitura do Município de Paranavaí






Design by Gustavo Picoloto