Apoio do Estado amplia capacidade de hospital referência no Noroeste



O Governo do Estado vai destinar R$ 19,6 milhões para a Santa Casa de Paranavaí equipar sua nova unidade Morumbi. O Estado destinou também R$ 20 milhões de um total de R$ 30 milhões investidos na construção da estrutura. Nesta quinta-feira (20/12), a governadora Cida Borghetti entregou a obra e assinou o convênio para repasse do recurso para os equipamentos.

O hospital é referência para 28 municípios do Noroeste do Paraná, onde vivem 260 mil pessoas. A nova unidade representa um aumento de mais de 75% na capacidade de atendimento. A governadora afirmou que a Santa Casa se insere nas prioridades do governo, que é a regionalização e descentralização dos serviços de saúde. “Moradores desta região terão a possibilidade de buscar em Paranavaí um serviço de excelência em saúde e o atendimento de alta complexidade”, disse ela.

Com a nova unidade, a Santa Casa de Paranavaí passará a ter 126 leitos, sendo 102 do Sistema Único de Saúde (SUS), que compõem 80% dos atendimentos. Destes, 13 serão de UTI adulto. Segundo o presidente da Santa Casa, Renato Guimarães, com a nova estrutura a instituição deve dobrar o atendimento pelo SUS. “A unidade Morumbi fará, principalmente, o atendimento de alta complexidade. Há uma demanda muito grande na região por serviço de oncologia e cirurgias cardíacas”, disse ele.

A partir de janeiro, a Santa Casa poderá fazer a licitação dos equipamentos e mobiliários. A previsão é que o atendimento inicie no segundo semestre de 2019.

Obra — A obra foi feita em duas etapas. Iniciada em julho de 2015, a obra retomou a construção do antigo Hospital Noroeste, que tinha natureza privada e que foi incorporada à estrutura da Santa Casa de Paranavaí, que é uma entidade filantrópica. Com isso, foi possível que o Estado apoiasse o projeto.

“A obra estava inacabada há mais de 20 anos e foi finalizada com o apoio do Governo. Agora, com recursos também para os equipamentos, ela estará preparada para atender a população”, afirmou o secretário da Saúde, Antônio Nardi.

Desafogar - De acordo com o prefeito de Paranavaí, Carlos Henrique Rossato, a nova unidade Morumbi vai desafogar o pronto atendimento do município da Santa Casa. “Além disso, será possível atender muitos pacientes que hoje precisam fazer tratamento em Arapongas, Umuarama e Curitiba. O tratamento fora do município é muito custoso. Além de humanizar o serviço de saúde de Paranavaí, vai gerar bastante economia”, afirmou.

Constante – O secretário Nardi destacou que a Santa Casa é referência para os 28 municípios da região e que o apoio do Estado é constante. O Governo do Estado investiu R$ 1,3 milhão na ampliação do pronto socorro. A obra permitiu que o hospital quadruplicasse o número de leitos de estabilização.

A unidade recebeu R$ 1,3 milhão para equipamentos destinados à urgência emergência e para estruturar o centro cirúrgico. Também com o apoio do Estado, inaugurou o novo Centro Macrorregional de Oftalmologia e construiu uma nova rampa de acesso entre as duas alas do hospital. Também foram cedidos dois veículos.

Por meio do programa de apoio a hospitais públicos e filantrópicos (Hospsus) o Estado repassa à Santa Casa R$ 6,2 milhões ao ano para garantir o atendimento pela Rede de Urgência e Emergência e Rede Mãe Paranaense.

Sede da Regional - A governadora também entregou as obras de ampliação e reforma da sede da 14ª Regional de Saúde, que abrange 28 municípios da região de Paranavaí.O Governo do Estado investiu aproximadamente R$ 1,7 milhão na obra. No local funciona a sede regional da Farmácia Paraná, além de sediar a ouvidoria e as bases de apoio aos municípios.

Presenças — Participaram da solenidade o deputado federal Ricardo Barros; o chefe da 14a Regional de Saúde, Nivaldo Mazzin; a diretoria da Santa Casa e prefeitos da região.

Fonte: Agência Estadual de Notícias






Design by Gustavo Picoloto