Economia

Preço da cesta básica pode variar até 51% em Paranavaí

O Procon de Paranavaí divulgou nesta semana a pesquisa de preço da cesta básica realizada entre os dias 01 e 02 de julho (segunda e terça-feira). Foram colhidos os preços mínimos de 39 itens de alimentação, limpeza doméstica e produtos de higiene em oito supermercados da cidade, incluindo estabelecimentos de bairro. Nestes locais, o valor total da cesta básica chega a variar 51% dependendo da marca dos itens e do local onde é comprada, sendo R$ 120,44 a mais barata e R$ 182,11 a mais cara. A pesquisa está disponível na sede do Procon.

Endividamento das famílias em abril foi recorde, diz Banco Central

O endividamento das famílias com o sistema financeiro continua a subir. De acordo com dados do Banco Central (BC), em abril, a dívida total das famílias equivalia a 44,46% da renda acumulada nos últimos 12 meses.

Chega a 395 o número de alvarás expedidos em Paranavaí este ano

Economia aquecida, empresários motivados, desenvolvimento. Paranavaí vive este momento e os números estão aí para comprovar. Até esta quinta-feira (6/6) já havia sido expedidos 395 novos alvarás de licença de funcionamento pra comércios, indústrias e prestadores de serviços em Paranavaí. O número já é mais da metade do registrado em todo o ano passado, quando foram expedidos 751 alvarás.

Paranavaí registra aumento de 15,5% na abertura de novas empresas. Saldo está acima da média estadual

Paranavaí aparece em 11º no ranking do Estado como um dos municípios que mais registrou abertura de novas empresas no primeiro quadrimestre de 2013. De janeiro a abril de 2012 foram registradas 297 novas empresas em Paranavaí e, neste ano, foram 342 novos estabelecimentos comerciais, um aumento de 15,5%. O desempenho de Paranavaí está acima da média do Estado, já que o Paraná registrou um aumento de 8,1% na abertura de empresas e filiais.

Procon divulga pesquisa com 40 itens da cesta básica. Variação de preço chega a 253%

A variação do preço de alguns itens da cesta básica em Paranavaí pode chegar até 253,54%. É o que aponta uma pesquisa concluída pelo Procon na última quinta-feira (4/4). Entre os produtos que apresentam grande diferença de preço, a campeã é a margarina/creme vegetal de 500 gramas, que pode custar de R$ 0,99 (menor preço) até R$ 3,50 (cotação mais cara). Outro exemplo é o leite em pó de 400 gramas, que pode variar entre R$ 2,29 e R$ 6,49.

Sebrae/PR leva inovação para setor moveleiro, em Paranavaí e Microrregião

No empreendedorismo, inovar significa renovar, inventar e criar novidades que permitam a conquista de novos patamares de desenvolvimento. E para auxiliar empresários de micro e pequenas empresas a identificarem oportunidades de inovação, o Sebrae/PR, em parceria com o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), iniciou, em Paranavaí e Microrregião, o Programa Agentes Locais de Inovação para o setor moveleiro.

“Indústrias estão ampliando e encontrando apoio do município”, avalia Shiroff

O prefeito Rogério Lorenzetti e o secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, Joaquim Aurélio da Conceição (Shiroff) visitaram, na última sexta-feira (1º), indústrias do ramo de alimentos instaladas no Distrito Industrial do Sumaré. “As duas indústrias estão expandido, ampliando a estrutura e o quadro de funcionários. Isso é um bom sinal, é reflexo da confiança que estas empresas têm no município”, apontou Shiroff.

Balança comercial tem maior déficit mensal da história

A balança comercial brasileira fechou o primeiro mês do ano com déficit de US$ 4,035 bilhões, pior resultado mensal desde o início da série histórica em 1993. Anteriormente, o resultado mais fraco havia sido déficit de US$ 1,7 bilhão em dezembro de 1996. O saldo negativo é três vezes superior ao déficit de R$ 1,3 bilhão registrado em janeiro de 2012. A diferença é resultado do forte volume de importações e à queda nas vendas para os principais parceiros comerciais do Brasil.

Mesmo item da lista de material escolar pode sair até 17 vezes mais caro, aponta pesquisa do Procon

O Procon de Paranavaí divulgou nesta semana o resultado de uma nova pesquisa de preços do material escolar que avaliou 25 itens em seis estabelecimentos comerciais da cidade. O levantamento, realizado entre os dias 15 e 16 de janeiro em papelarias e lojas de artigos em geral, revelou que alguns produtos da lista podem sair até 17 vezes mais caro dependendo da marca e do local onde é comprado. O órgão de defesa do consumidor registrou os menores preços de cada comércio, sem diferenciar as marcas.

Inflação oficial fecha ano de 2012 em 5,84%

A inflação oficial, medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), fechou o ano de 2012 em 5,84%. A taxa ficou abaixo da registrada em 2011, quando houve uma alta de preços de 6,5%, e dentro da meta estabelecida pelo governo brasileiro, que varia entre 2,5% e 6,5%. O resultado, no entanto, ficou acima do centro da meta, que é 4,5%.


Design by Gustavo Picoloto