Mesmo com saldo negativo, Paranavaí avança no ranking dos maiores geradores de emprego do sul do Brasil



Pelo segundo mês seguido (setembro e outubro), Paranavaí ficou saldo negativo de -81 na geração de empregos. Mesmo assim, o município avançou no ranking dos maiores geradores de empregos do Sul do país, e passou da 9ª para a 6ª posição. No ranking do Paraná, Paranavaí se manteve na 5ª posição. Os dados são da última atualização do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), referente ao mês de outubro.

Veja também:
Paranavaí está entre as 70 cidades brasileiras que está conseguindo “escapar” da crise
Paranavaí é a 4ª do Paraná e do sul do Brasil em geração de empregos

No Paraná e no Brasil, foram registrados o pior outubro no histórico de dados do Caged. No Brasil, foram perdidos 169 mil postos de trabalho e no Paraná foram menos 8.695 empregos. “O resultado negativo influenciou tanto os municípios do Brasil, que Paranavaí ainda conseguiu ganhar três posições no ranking do Sul do país (estávamos em 9º) e se manter no ranking do Estado. Ficamos à frente, por exemplo, de cidades paranaenses importantes, como Apucarana (-84), Cianorte (-106), Umuarama (-135), Campo Mourão (-214), Arapongas (-311), Maringá (-414), Cascavel (-497), Londrina (-639) e Curitiba (-2.946). Todas tiveram desempenho inferior ao de Paranavaí”, destaca o secretário de Desenvolvimento Econômico, Carlos Henrique Scarabelli (Kaká).

Influenciados pela recessão econômica, 62% dos municípios paranaenses e 71% dos municípios do Sul do Brasil obtiveram saldo negativo no mês de outubro. Em Paranavaí, os setores que mais contribuíram com desempenho negativo foram a Construção Civil, com saldo de -41 e Serviços, com -35.

No acumulado do ano, de janeiro a outubro, Paranavaí gerou 520 novos postos de trabalho. A Indústria continua sendo a maior responsável pelo saldo positivo. Neste ano, o setor gerou 285 novos postos, desempenho que já ultrapassa o ano de 2014, que gerou no total 214 novas vagas com carteira assinada. Em seguida aparece o setor de Serviços com 200 novos postos de trabalho.

“Apesar da instabilidade da economia no Brasil, temos conseguido manter um equilíbrio melhor do que a maioria dos municípios brasileiros. Isso é muito positivo, porque significa uma segurança financeira para as famílias paranavaienses”, frisa Kaká.

Fonte: Secretaria de Comunicação Social - Prefeitura do Município de Paranavaí






Design by Gustavo Picoloto